Casou, mas não trepou. Culpa da anorexia!

Casou, mas não trepou.

Parece piada, mas não é.

O pior é que acontece muito: homens que, após o casamento, param de transar.

Em alguns casos, o problema é tão sério que coloca o relacionamento a perder.

Também, pudera, né…

Imagine o que passa na cabeça da mulher.

Óbvio que ela sempre achará que está com algum problema (Será que ele não me acha mais gostosa? Será que ele não gosta mais do jeito que eu transo? Será que eu não mando bem na cama? Será que…Será que…)

Afinal, numa sociedade machista como a nossa, é praticamente impossível imaginar um homem que não tenha vontade de dar uma ‘metidinha’ pelo menos dia sim, dia não.

Mas quer saber?

Existem sim homens assim, e são muitos.

O que eu não sabia é que esse comportamento é uma doença.

Sério!

Chama-se “anorexia sexual”.

O que é isso?

“Estado obsessivo em que a tarefa física, mental e emocional de evitar o sexo domina a vida da pessoa”.

Segundo especialistas, a doença é diferente de tudo.

Esse mal não tem nada a ver com não gostar mais da parceira, nem significa a perda da paixão.

É muito comum que a origem esteja em mágoas que o cara alimenta de um dos pais.

Agora, vamos combinar que, mais importante do que entender a origem, é saber que a culpa do problema nunca é da parceira.

Os médicos afirmam categoricamente que a responsabilidade pela anorexia é do próprio homem. Ele é 100% responsável por sua própria recuperação.

É possível virar o jogo?

Claro que sim! Basta ele querer e buscar ajuda médica.

Além da medicação e da psicoterapia, há iniciativas simples que a superar o problema e podem ser adotadas por qualquer um. Quer ver?

Firmar uma espécie de contrato estabelecendo a rotina da nova vida sexual

Combinar a freqüência mínima das transas

Desenhar metas claras do que cada pessoa quer na cama

Reservar horas para namorar e ficar junto com a parceira

LEIA TAMBÉM:

A maldição da culpa católica

O sexo e o casamento

Os que transam só depois de casar são mais felizes?

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s