Passe livre para a traição

Estatísticas da Associação de Terapia Familiar e de Casais dos Estados Unidos apontam para o fato de que 25% dos maridos cornearam suas mulheres e transaram fora do casamento.

Achou muito?

Então se prepare para ouvir esta: 45% dos machos casados já traíram suas esposas em relações íntimas sem penetração.

Como é de se imaginar, os índices caem consideravelmente quando se trata da traição das mulheres.

Entre as esposas, a pulação de cerca com muuuito sexo é comum a 15% delas, enquanto as relações que não incluem penetração são comuns a 35%.

O que poucos sabem é que a tendência à buscar aventuras fora do lar pode ser explicada por uma questão genética.

Sim. Estudos recentes mostram que portadores do gene DRD4, conhecido como 7R+, têm maior predisposição à ‘promiscuidade’ do que os demais.

Entre aqueles que têm tal gene, a taxa de traição chega a 50%, contra média de 22% da população norte-americana (considerando homens e mulheres).

Ai, ai, ai…Será que é chegada a era em que pediremos exame de DNA para os nossos prospects antes de se jogar numa relação?

Acho isso uóooo


LEIA TAMBÉM:

Personagens taradões das séries de TV

Ela nunca chega lá? A culpa pode ser sua!

Quer anal, mas…

 

 

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s