Conto erótico: alta voltagem no trilho

Ela estava alucinada. Precisava de sexo. O quanto antes. De qualquer jeito.
Com o coração acelerado, saiu do trabalho.
Como que no piloto automático, caminhou até o metrô.
(…)
Distraída, começou a pensar nas últimas transas que tivera.
De olhos semi-cerrados, sorria safadamente, com a imaginação voando solta.
Foi quando percebeu que estava sendo observada.
Rapidamente, ele sentou-se ao seu lado, puxou a cabeça para perto e deu-lhe um beijo molhado e sensual.
Sem descolar seus lábios dos dela, projetou seu tronco para cima do dela, cobrindo-a por inteiro.
Sua mão esquerda segurava a cabeça dela contra a dele, dando margem para que a mão direita safadamente começasse a passear sobre o corpo dela, sem que ninguém notasse.

Leia a íntegra do conto

LEIA TAMBÉM:

A nêga dorme sem calcinha e o cara não faz nada?

Procon do sexo

O desejo versus o mandamento da lei de Deus

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s