Donna adora: coqueirinho

Se tem uma posição que me deixa maluca é a  coqueirinho.

Nela, o ângulo de penetração é incrível e é quase certo que a pica do seu gato vai alcançar seu ponto G.

Digo quase certo porque se ele tiver um pintinho daqueles que cabem no meio da mão, aí não vai rolar mesmo…

Nessa posição a mulher sente o pau batendo fundo.

A sensação é incrível.

Dependendo do tamanho do pau, a mulher sente um prazer tão intenso que se aproxima quase da dor.

Como que faz?

É fácil.

Comece com o tradicional papai-mamãe.

Quando as coisas estiverem esquentando, apoie as duas pernas da moça no ombro do rapaz.

Aí o cara tem que se inclinar mais para a frente, em direção ao corpo da mulher, e manter os movimentos de vaivém.

Com isso, o quadril da menina naturalmente se projeta mais para cima, e a área de atrito entre os dois corpos fica mais extensa.


Dica explosiva

Quando você estiver quase para gozar, projete seu quadril ainda mais pra cima.

Como?

Contraindo o bumbum e empurrando a pélvis contra o quadril do bofe.

Seu orgasmo será ainda mais intenso.

Outra dica ótima é cruzar as pernas no pescoço do gato.

A sensação é deliciosa para as duas partes.

Experimentem e verão.

LEIA TAMBÉM: 

Donna adora: transar de pé

Donna adora: gangorra dupla

Donna adora: de ladinho

Donna adora: transar de 4

Pelos e-mails e mensagens que recebo, percebi que a maioria dos homens sofre para descobrir quais são as posições sexuais preferidas da mulherada.

Por que, afinal, dificultar as coisas pra eles, hein?

Foi assim que surgiu a ideia da série “Donna adora”, que começa agorinha, com este post.

Vou destrinchar posição por posição sexual, dizendo as razões que fazem com que nós, mulheres, tenhamos um apreço especial por esta ou aquela posição. 

E as posições que não gostamos tanto assim?

Essas não vão ficar de fora do blog não!

Elas vão fazer parte da série “Donna rejeita”.

Vamos então ao que interessa?

Vou começar a série com a posição “de 4″, também conhecida como cachorrinho. 

Confesso: essa é uma das minhas favoritas.

Por quê?

Simples. Porque perco totalmente o controle do que está acontecendo.

Sinto-me vulnerável, indefesa, entregue.

Posso ser dominada, subjugada, totalmente controlada.

Para mulheres como eu – controladoras, mandonas e que sempre estão com as rédeas das situações – passar por uma experiência como essa é muuuito afrodisíaco.

 A pitada extra de excitação vem do “elemento surpresa” que a posição “de 4″ traz consigo.

Como assim?!?

Oras, bolas!

Quando você está lá, prontinha para o cara, você nunca sabe onde ele vai realmente se enfiar, se é que você me entende…

Essa perspectiva do “vai-não-vai”, “pode-não-pode”, quero-não-quero” também é extremamente excitante.

Não bastasse isso tudo, ainda dá pra fazer o lance ficar ainda melhor.

Quer ver?

DICA EXPLOSIVA 

À medida que a moça estiver ficando mais e mais excitada, ao invés de deixá-la apoiada nas mãos, peça para que ela se apoie sobre os cotovelos, projetando  o quadril ainda mais para cima de você.

E você, meu caro, vai ficar ainda próximo do  ponto G da gata.

O grau de excitação da moça vai aumentar ainda mais.

Mas não é tudo!

Quando você perceber que ela está para gozar, empurre-a para baixo, para que se deite por completo.   

Deixe-a com as pernas levemente unidas. Naturalmente ela vai arrebitarum pouquinho o quadril, para facilitar a penetração.

Não pare de meter, por favor!

Nessa posição, o clitóris da moça – que a essa altura já deve estar extremamente sensível – vai ser bem estimulado, seja pelas coxas unidas, seja pelo atrito com o lençol.

Não vai demorar nadinha para ela ter um dos orgasmos mais poderosos que o corpo feminino pode proporcionar a uma mulher.

É garantido.

LEIA TAMBÉM:

Foda burocrática mata 

Clone de pica: molde a sua 

Virgem de cu 

Posições do Kama Sutra: A Jibóia

No meu conceito, essa posição é incrível. Lembra um pouco papai e mamãe. A moça se deita e o paceiro vai por cima dela

Ela entrelaça as pernas e os braços nele como se fosse uma serpente. As pernas ficam cruzadas na altura do bumbum dele e os braços na altura das costas.

A harmonia do ritmo do casal é compartilhada. Não adianta ela ficar estática. Tem que se movimentar também. Para ajudar, ela pode colocar um travesseiro em baixo das ancas. Assim, consegue uma elevação do quadril mais fácil.

LEIA TAMBÉM:

Posições do Kama Sutra

Em forma com o sexo

Cuzinho é presentinho

Sexo oral acrobático

Quem não gosta de surpresa?! Novidade sempre é bom, tanto para a mulher como para o homem.

Um jeito simples e gostoso de esquentar a transa é utilizando posições sexuais bem diferentes.

Melhor ainda quando ela acontece de repente, sem ser premeditada.

Uma amiga conta que levou um susto, muito gostoso, quando o rapaz, inesperadamente, levantou-a nos braços, encostou-a na parede e começou a chupar a bubu dela no ar.

- Ele é forte e eu muito leve. Ele me levantou pelo quadril, até a altura da boca dele, utilizando as próprias mãos como um assento. Então me encostou na parede, para dar equilíbrio, e começou a me chupar. Foi demais!

Nossa, isso não é incrível! Acho que poderíamos chamar essa posição de “sexo oral acrobático”.

Já uma leitura conta de um cara com quem estava saindo que era muito criativo na cama.

- Ele tinha cerca de 1,85 de altura. Era alto, forte e com mãos grandes. Com a palma da mão nas minhas costas, me ergueu, me deixando numa posição horizontal, enquanto eu entrelaçava as pernas no pescoço dele, e começou a me chupar.

Hummm… Acho que essa é a “chupada de bandeja”.

Outra posição que me contaram bem inusitada aconteceu no andar de cima de uma beliche.

No quarto de uma pousada, a moça ficava virada para a parede, segurando na divisa do quarto com o banheiro, quase no teto, enquanto o rapaz “socava” o pau na bubu dela, por trás.

- E a cama balançava que era uma loucura. E o medo de despencar lá do alto. Mesmo assim foi uma delícia!

Então, que tal deixar de lado um pouco a cama tradicional e aproveitar o resto da casa, usando muita criatividade na hora de fazer amor!

E você, já experimentou posições muito diferentes?

Transa espacial

De acordo com a Nasa, qual a posição mais adequada para transar no espaço, sob o efeito da gravidade zero?

A) papai-mamãe

B) vaqueira

C) 69

Se você apostou na opção C, acertou.

Mas confesso que questiono essa informação científica.

Vocês já viram como os objetos voam e ficam sem controle no espaco?

Pois é…

Imaginem então a dificuldade que deve ser “mirar” o alvo pra dar conta de um 69 que se preze.

Sei não…

LEIA TAMBÉM:

Aprenda: chupeta nota 10

“Behavior code” para um “blow job” incríiiivel

Peidorenta bubu

Como conquistar um chocólatra

Outro dia encontrei uma amiga que não via há muito tempo. Ela me contou que tava ficando com um carinha. Já apaixonada, claro!

- Izzy, tô caidinha por ele. O que eu faço pra conquistar de vez esse moço? – ela me perguntou.

Conversa vai, conversa vem, ela me contou que o rapaz é louco por chocolate.

- Bom, vocês podem fazer um sexo diferente, regado a chocolate – sugeri

- Nossa Izzy, ótima ideia. Vou experimentar isso.

E não é que ela seguiu a sugestão à risca e depois me contou tudinho!


O mocinho adorou a ideia
e no mesmo dia quis ir ao supermercado comprar o danette.

- Ele só dizia chocolate, chocolate, chocolate! – contou.

No supermercado compraram uma bandeja com quatro potinhos de danette.

Eles tomaram um banho gostoso juntos e foram para cama. O rapaz derramou danette nos seios dela e na barriga e começou a chupá-la, enlouquecido. Ele espalhava a sobremesa nos bicos do peito dela e lambia, lambia e lambia.

- Aquilo me deixou extremamente excitada e ele também. Ele não queria parar mais. Depois foi a vez dele.

A garota cobriu o pau do rapaz com o creme de chocolate e começou a lambê-lo como se fosse um sorvete com cobertura de chocolate.

- Ele ficou louco e depois fizemos um sexo incrível. Isso aumentou nossa intimidade e nos aproximou ainda mais.

- No dia seguinte ele queria brincar novamente com chocolate e poucos dias depois disse que me amava!

LEIA TAMBÉM:

Faça um bofe feliz com o truque do colar de pérolas

O truque do casaco

Pra turbinar o seu tesão e esquentar a relação (parte I)

De quatro: paixão nacional

Agora é fato: a posição sexual preferida dos brasileiros é a de quatro.

Juro!

A conclusão é de uma pesquisa realizada pela Tendências Digitales, que apontou que quase 30% da população do país curte a parada.

Mas o que de fato me surpreendeu foi a segunda posição favorita por aqui:

O tradicional papai-mamãe.

Por que será, hein? Alguém se arrisca a opinar?

LEIA TAMBÉM:

Sem vontade de transar?

Pro inferno com o anel da pureza!

A melhor chupeta de todas

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 757 outros seguidores